<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, setembro 01, 2003

  Primeiro-Ministro Ferro Rodrigues

É fácil. Basta-lhe esperar. Como antes de si fizeram Guterres e Barroso. A paciência tem frutos. Pode demorar 2 ou 6 anos ou pode sair-lhe o brinde, antes de tempo, se Portas e Barroso se zangarem. O tempo de espera não depende só de si, mas há alguns comportamentos que podem aumentar a sua probabilidade de chegar lá mais depressa e o farão subir nas sondagens. Faz sempre bem ao ego.

Aqui lhe deixo 4 conselhos oferecidos, de borla, completamente gratuitos e pelos quais nada tem a pagar.

Conselho nº 1 - Fale pouco, apenas nos momentos solenes. Entevistas na televisão em horário nobre a cada 6 meses. Nada de debates fora do período de campanha eleitoral. Nestas alturas, as peixeiradas não ajudam ninguém.

Conselho nº 2 - Controle a comunicação social. O seu partido só deve ter 2 ou 3 porta vozes, daqueles que não dizem asneiras e que podem ir às televisões todos os dias. José Sócrates e António José Seguro servem. Nos jornais não precisa de se preocupar. Na TSF e no DN já tem o António José Teixeira, no Público também também tem crónicas diárias e semanais e na Antena 1 são quase todos seus amigos. O Expresso não conta para este jogo. Ninguém compra o Expresso para escolher partido.

Conselho nº 3 - Nunca apareça ao lado de Pina Moura, Sousa Franco, José Luís Judas, Maria de Belém, João Soares, Fernando Gomes ou Jorge Coelho. Nada de reactivar as memórias da gente.

Conselho nº 4 - Cuidado: Ana Gomes, Elisa Ferreira, Maria de Belém, Sousa Franco, Eduardo Cabrita e Narciso Miranda (entre outros) só devem falar para militantes. Nunca os deixe falar em público e, principalmente, não os deixe comentar nenhum assunto a quente.

Experimente. Começa logo a subir nas sondagens. E, se for paciente, teremos que o aturar mais tarde ou mais cedo. Infelizmente.

Fim de Página