<$BlogRSDUrl$>

terça-feira, dezembro 23, 2003

  Manipulações

Alguns leitores deste blogue sentiram-se incomodados com o post 'Efeito Rosa'. Aparentemente, não gostaram do ano de intervalo entre a tomada de posse dos governos e a marcação dos traços na figura. Acham que não devemos dar tempo a que as políticas económicas façam efeito, não porque esse tempo não exista, mas porque a coisa ficava negra para o rosa. Faço-lhes a vontade. Aqui ficam 3 gráficos com as linhas noutros locais.

No primeiro gráfico as linhas coincidem com as tomadas de posse dos governos. Percebe-se que Sousa Franco é um génio. No dia em que tomou posse, Portugal disparou rumo ao paraíso. Um ano depois já a tendência se tinha invertido, mas ainda não existe uma explicação científica sobre as misteriosas razões que deram origem ao escorrega. Apesar do euro, das baixas acentuadas das taxas de juro e do crescimento internacional.

Parece que conforta muita gente saber que assim que este governo tomou posse, a linha continuou a cair como já vinha a acontecer desde o início de 1997 e ininterruptamente desde o fim de 99. E obviamente, se Ferro Rodrigues tem ganho as eleições, a tendência inverter-se-ia nesse mesmo dia e estaríamos hoje no céu.

Um segundo leitor indignado, diz que as políticas demoram entre 5 meses e 3 anos a ter efeito. Um ano era o que estava no gráfico original. Aqui ficam os 5 meses, no gráfico do meio. Durão Barroso agradece a sugestão, principalmente se olharmos para os indicadores de síntese económica.

E por fim, aquilo que todos os guterristas firmemente querem que tenha sido a realidade. Dedicado especialmente ao Manuel do Cruzes, que acredita que são os gastos públicos que relançam as economias, a verdade a que temos direito. O gráfico de cabeça para baixo.


Manipulações diversas em volta do indicador coincidente.

Fim de Página