<$BlogRSDUrl$>

sexta-feira, fevereiro 27, 2004

  Os Extremos Tocam-se

Nota: Este texto era para ter nascido como um comentário no Barnabé, mas por ter crescido demasiado foi promovido a post.

Daniel Oliveira trouxe ao Barnabé a temática dos blogues fascistas. Fá-lo com evidente desprezo por 'essa gente' e considera-os 'pornografia política'. Felizmente, desta vez não foi tão longe como a nossa constituição, que no artigo 46º proíbe as organizações fascistas, o que até nem é muito importante porque não se define "fascismo" e é sempre fácil brincar com as palavras.

A verdade é que o direito da extrema-direita estar na blogosfera é exactamente igual ao da extrema-esquerda. Moralmente, tanto direito têm os extremistas de direita a criarem as suas associações como os extremistas de esquerda que já podem associar-se livremente. A opinião dos bloguistas de extrema-esquerda sobre os bloguistas de extrema-direita tem tanto valor como a opinião dos bloguistas de extrema-direita sobre os de extrema-esquerda ou como a minha opinião sobre os bloguistas dos dois extremos.

Tal como a extrema-esquerda (ou aquilo em que agora se travestiram os antigos UDPs, PSRs e afins), também os blogues 'nacionalistas' estão convencidos da superioridade moral das suas posições. E também eu estou convencido que as minhas posições liberais são moralmente superiores às dos dois extremos.

Tanto a direita como a esquerda extrema, pretendem impôr normas de conduta que acreditam ser superiores, porque baseadas em códigos morais e éticos em que acreditam religiosamente. Na prática, se por algum infeliz acaso chegarem ao poder, só poderão satisfazer as suas pretensões políticas à custa de uma violenta castração das liberdades individuais dos cidadãos. Os milhões de vítimas às mãos de regimes que simbolizam tanto o fascismo como o comunismo, são suficientes para o demonstrar. No caso da esquerda, com uma agravante. A miséria generalizada a que condenaram os povos que tiveram o azar de ser governados por ditaduras comunistas e economias planificadas. No caso da extrema-direita, com desprezo evidente pelos que do outro lado não viam a sociedade do mesmo modo.

Tanto os extremistas de direita como os extremistas de esquerda, têm o desagradável hábito de renegar aqueles que tentaram aplicar na prática as teorias que ainda hoje defendem Mais a esquerda que a direita, reconheça-se. 'Não era bem, aquilo', dizem, enquanto se refugiam em futuros utópicos, em amanhãs que cantam, baseados em experiências sociais que reclamam novas, mas tantas vezes repetidas como fracassadas.

No que concerne aos extremos, nunca o ditado foi tão adequado: "os extremos tocam-se".

PS: Também o 'jaquinzinhos não tem 'links' para os blogues de extrema-direita. Com uma excepção. Juntei o Aliança Nacional e o Anti-Direita Portuguesa na mesma secção da minha lista de links, na banca do peixe seco. Puro gozo, diga-se. Deixo os links para outros blogues com diferentes graus de extremismo, e com quem simpatizo mais. Até porque é impossível não simpatizar com a ingenuidade.

Fim de Página