<$BlogRSDUrl$>

quinta-feira, março 25, 2004

  Diálogos Blogosféricos 1

"There are lies, damn lies, and the insufferable Michael Moore."

Rui Curado Silva defende Michael Moore. Considera-o "um americano inteligente, perspicaz e dinâmico, alguém que faz uso pleno da sua cidadania, um americano que aproveita o que de melhor existe nos ideais fundadores da democracia americana."

Eu considero-o o mais perfeito protótipo do 'moron'. Manipulador, demagogo, mentiroso e profundamente ignorante. Também acho que Michael Moore é um bom cineasta. Mas isso é outro campeonato.

Moore é admirado por muitos em todo o mundo, mas principalmente na nossa Europa. Se Moore fosse europeu seria um provável candidato nas lista do nosso Bloco de Esquerda ao parlamento europeu. Moore é popular porque quando alguém diz aquilo que queremos ouvir, temos pouca vontade de questionar os pressupostos.

Mas não são as divergências de opinião e as diversas interpretações da realidade do mundo que fazem de Moore o 'Mooron'. É que será difícil encontrar alguém que se ponha tão a jeito para ser apalhaçado como Michael Moore. É a falta de cuidado nas afirmações que faz, a ligeireza do discurso, as mentiras sistemáticas em que é apanhado, a manipulação da informação, a profunda ignorância em matérias económicas e o fanatismo político.

É só escolher.

Michael Moore Caught At Own Game?
Stupid White Lies
Michael Moore, Humbug
Extraordinarily Fictious
Unmoored from Reality
Dude, Where's My Intellectual Honesty?
Michael Moore Hates America
The Leni Riefenstahl of the Left
Bowling for Columbine - Documentary or Fiction?
Moore's myriad mistakes
Michael Moore and the Awful Truth
Bowling for Truth
Moore lies, please
One Moore Stupid White Men
Michael Moore: Hoagie-Fueled Claptrap

Moore available.

Fim de Página