<$BlogRSDUrl$>

quarta-feira, outubro 13, 2004

  Portagem em Tavira

Caro Fernando:

Os argumentos que o Presidente da Junta Metropolitana do Algarve utiliza na 'luta' contra as portagens na Via do Infante são exactamente iguais aos argumentos que podem ser utilizados em qualquer região do país. A EN1 não é melhor alternativa à A1 do que a EN125 à Via do Infante. A Estrada da Beira não é melhor que a EN125 e até a Marginal não serve de alternativa à A5.

São argumentos que caem sempre bem nas regiões e que conquistam votos, mas são maus argumentos. Se o excelente Presidente da Câmara de Tavira se insurgisse contra todas as portagens, seria coerente. Protestar apenas contra as portagens no Algarve é só mau regionalismo: pedir aos outros que paguem não só o que é deles, mas também o que é nosso.

Pior ainda é o argumento do turismo. Nunca vi nenhum turista escolher o seu destino de férias por causa de portagens. E as portagens dos turistas são pagas por estrangeiros. Se os portugueses que circulam por auto-estradas em Felgueiras pagam as auto-estradas, porque razão devemos dar borlas aos espanhóis que vão comer marisco a Olhão?

Fim de Página