<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, janeiro 17, 2005

  Cortes Com Olhos

Já muitos antes se pronunciaram sobre o assunto. Recentemente, foi Augusto Santos Silva num debate televisivo, que depois de mais uma pequena demonstração de iliteracia económica, balbuciou algumas palavras sobre o combate à despesa no estado, sugerindo que cortes na função pública, talvez, desde que não sejam cortes cegos.

Hoje foi Carvalho da Silva, no Público, que deixou passar igual mensagem. "Admitimos cortes na função pública, mas não uma redução cega".

Ora, sempre que os últimos governos tentaram timidamente cortar qualquer tipo de despesa no estado, logo estes e muitos outros personagens gritaram em uníssono: "Cortes Cegos! Cortes Cegos!".

Bem, chegou a hora. Estamos em campanha. Digam lá que cortes com olhos é que Vossas Excelências se propõem fazer para atacar o mais grave de todos os graves problemas de Portugal: a despesa pública.

Estou à espera. Sentado, infelizmente.

Fim de Página