<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, janeiro 17, 2005

  A Vida É Bela

Continuando a sua forte aposta de renovação de caras, o PS trouxe Jorge Coelho para frente das câmaras de TV. Num estilo que lhe é habitual, Coelho explicou com muita elevação que Santana é o rei das trapalhadas e que em 2006 vão regressar os benefícios fiscais.

Estamos a pouco mais de um mês das eleições que, tudo indica, levarão o PS ao poder e continuamos no mundo das facilidades. As SCUTs não vão ter portagem, o governo vai dar milhões aos pobres, vai investir aqui e ali e, em 2006, vai re-introduzir os benefícios fiscais, apostar na poupança dos portugueses e não no consumo.

Todos sabemos que os portugueses têm esta mania horrível, quando se apanham com dinheiro no bolso, gastam-no. Liberalismos. O PS vai acabar com este vício, por via fiscal.

Convém perceber os timings da coisa. Em 2006, os portugueses vão preencher a declaração de IRS relativa a 2005, ano em que houve uma redução de IRS. Metade dessa redução é devida à actualização dos escalões já neste ano e metade será paga com as devoluções de 2005. Em 2006 terá que haver uma reactualização dos escalões, para encaixar o resto da redução do IRS. O que sugere o PS? Aumentar o IRS para 2006 com vista a reintroduzir os benefícios fiscais, que serão pagos em 2007? Manter a redução de IRS? Aumentar outros impostos? Afinal, como se financia a re-introdução dos benefícios fiscais? Não há resposta. Nem precisa haver, porque, todos sabemos que com o PS, a vida é bela.

Fim de Página