<$BlogRSDUrl$>

domingo, janeiro 30, 2005

  A Voz da 'Resistência'

Foi com grande desconforto e consternação que um 'jornalista' da TSF anunciou que, 2 horas antes do fecho das urnas, 72% dos iraquianos já tinham votado. Isto, claro, apesar do esforço dos 'resistentes' que se mataram a trabalhar para o evitar, realizando corajosos ataques suicidas junto às mesas de voto anti-patrióticas. Os 'resistentes' explodiram autocarros cheios de civis, colaram bombas ao corpo para se desintegrarem ao lado de eleitores-traidores, mataram, assustaram e ameaçaram. Mesmo assim o povo foi ingrato. Não houve respeito pelo trabalho dos 'resistentes'.

Deixe lá estar homem. Amanhã vamos ter mais bombas e vai poder anunciar aos microfones da al-Jazeera da Avenida de Ceuta que afinal, as eleições já foram e as bombas continuam. E vai poder insinuar com voz triunfante que ainda não foi desta que esses malandros que inventaram a democracia vão conseguir levar-nos a melhor.

Fim de Página