<$BlogRSDUrl$>

segunda-feira, fevereiro 14, 2005

  Vai uma Sueca?

O POUS é uma das mais curiosas organizações que se apresenta a votos no próximo dia 20 de Fevereiro. O POUS é um partido tipo «mousse de chocolate». É caseiro. É o partido do casal de antigos deputados socialistas Aires Rodrigues e Carmelinda Pereira. Há casais que ocupam os tempos livres com cinema, outros que se dedicam à pesca e até o que há mais por aí são casais telenovela-futebol. O Aires e a Carmelinda são diferentes. Nas horas livres brincam aos partidos.

As acções de campanha do POUS são feitas com 2 senhoras, a Carmelinda e uma amiga, uma banca improvisada, uma bandeira e pouco mais. Quase ninguém lhes liga, excepto os jornalistas que são obrigados a mostrar compaixão pelos pequenos partidos. Ou porque os directores dos jornais não estão para aturar as queixas que eles fazem por ninguém lhes ligar pevide.

O símbolo do POUS é uma mão fechada, igual à do Partido Socialista mas em jeito de murro da mesa, e um enorme «4». A mão serve para roubar alguns votos ao Partido Socialista. Não é bem como no caso do MRPP, mas ainda sobram algumas migalhas. O «4» simboliza a quarta internacional, uma daquelas divisões típicas da esquerda, para quem gostar mais do campesinato do que de operariado era razão suficiente para levar cacetada com os paus das bandeiras.

Mas há outra explicação para o símbolo. A mão é a de Aires Rodrigues a esmurrar a mesa e a gritar: «Bolas, Carmelinda! Estou farto de jogar á bisca! Vamos jogar à sueca.» E a Carmelinda responde. «Ó Aires, ainda nos faltam dois militantes, são precisos «4» para a sueca.»

Fim de Página