<$BlogRSDUrl$>

sábado, maio 14, 2005

  Vendem-se Bolotas na Tiffany's.

Estava aqui a ouvir o Expresso da Meia Noite na versão Oito da Manhã e eis que bota faladura um antigo ministro da agricultura que dá pelo nome de Gomes da Silva. No meio de umas enroladas tentativas de explicação jurídica à volta desta história da Companhia das Lezírias e da Portucale, o ex-ministro afirma que também é um crime económico trocar sobreiros por turismo porque os sobreiros são um factor de riqueza da nossa economia.

Portugal tem muita sorte em ter tido ministros assim. Gente que percebe quais são os factores decisivos de criação de riqueza, que nos dirige no caminho da prosperidade, que nos mostra que para sermos ricos, além do choque tecnológico, devemos todos apostar também nas sinergias cortiça/bolota/madeira, esse riquíssimo portfolio de produtos oferecidos pelo magnânimo sobreiro.

É que os privados são uns ignorantes na coisa e continuam muito iludidos. Incapazes de descobrirem o real valor do sobreiro, tentam apostar erradamente no turismo, num inaceitável acto de destruição patrimonial acelerada. E nestes casos, não há nada melhor do que o centralismo iluminado para ajudar o ignorante empresariado a reencontrar a senda do desenvolvimento.

Eu, que tenho uns sobreiros perdidos no Algarve que em meia dúzia de anos deram 50 contos de proveitos e 300 de custos, há muito que desejava encontrar alguém que quisesse comprar aquele atraso de vida investir no desenvolvimento agrícola, alguém que percebesse que aquilo é uma merda o verdadeiro valor do sobro, alguém que esteja disposto a livrar-me dos prejuízos e das dores de cabeça pagar o verdadeiro valor de um terreno tão rico em cortiça e bolota.

Alguma alma caridosa que faça o favor de fazer chegar o meu contacto ao senhor ex-ministro. Para ele, faço um preço especial. Avaliamos o terreno como se fosse para fazer um hotel e um campo de golfe. Isto é que é uma pechincha, senhor Gomes da Silva! Paga apenas os direitos de construção de um hotelzeco de luxo e de um improdutivo campo de golfe e leva consigo um conjunto de milionárias bolotas e os direitos de vender as riquíssimas cortiças... aproveite, ocasiões destas não aparecem todos os dias.

Portugal é um verdadeiro país de sucesso. Temos uma vantagem comparativa única. Em nenhum outro país da Europa se encontram ministros que saibam que o caminho para o crescimento do PIB passa inexoravelmente nos investimentos em bolotas para alimentar porcos. Isto é que faz de nós únicos. Isto é que nos põe no nosso devido lugar.

Fim de Página